Gorjeta – como funciona em 14 países

gorjeta

Deixo ou não deixo gorjeta? Quem nunca, num restaurante ou café em outro país, no momento em que chega a conta, ficou em dúvida.  Como o valor a ser pago pelo serviço não é objeto de preocupação durante o planejamento de uma viagem, o Gastronomix informa como manter a etiqueta na hora de pagar a conta nos destinos preferidos dos brasileiros.

1.ALEMANHA
No pagamento da trinkgeld (gorjeta), a prática nos países germânicos é arredondar o valor da conta para cima. Se o total foi 6,60 euros, basta pagar 7 euros. A maioria dos guias, no entanto, sugere que, quando a conta for superior a 50 euros, o ideal é deixar entre 5% e 10% de seu valor em gorjeta.

2.ARGENTINA
O pagamento de gorjeta, ou propina, embora não seja obrigatório, é uma forma de demonstrar que o serviço foi bem prestado. Ali, vale a mesma regra utilizada no Brasil: se ficou satisfeito com o atendimento, pague 10%.

3.CANADÁ
Em geral, o esperado é que o cliente pague 15% de gorjeta. Mas o porcentual pode variar, caso o serviço tenha sido ruim (10%) ou ótimo (20%).

4.CHILE
Como no Brasil e na Argentina, 10% é o que normalmente se paga de propinanos restaurantes chilenos, caso o serviço não esteja incluído na conta.

5.CHINA
Mais do que incomum, dar gorjeta é considerado ofensa em alguns restaurantes chineses.

6.DINAMARCA
Nos países escandinavos, o pagamento de gorjeta não é obrigatório nem esperado, já que o serviço, normalmente, já está incluído na conta.
7.ESTADOS UNIDOS
É, de longe, o país que mais leva a sério o tipping. Há, inclusive, uma gradação no percentual de gorjetas, a depender da qualidade do serviço. Assim, se o atendimento foi excelente, paga-se 20% ou mais de gorjeta; entre 20% e 15%, se o serviço tiver sido apenas ok; em caso de atendimento ruim, o tip deverá ficar entre 10% e 15%. Mas lembre-se que nos EUA sempre se paga pelo serviço.

8.ESPANHA
Os espanhóis raramente deixam gorjeta. Quando o fazem, simplesmente arredondam a conta pra cima ou deixam um euro ou dois além do valor total da conta.

9.FRANÇA
Por lei, o serviço já está incluído na conta e deve ser repassado pelo dono do estabelecimento ao garçom. Assim, não existe obrigação de deixar qualquer quantia extra, embora os franceses tenham por hábito pagar um euro ou dois como demonstração de que gostaram do atendimento. Em restaurantes estrelados, no entanto, espera-se algo em torno de 20 euros como gorjeta.

10.INGLATERRA
Às vezes, o valor do serviço está incluído na conta. Se não estiver, procure no cardápio quanto o estabelecimento espera receber de gorjeta. Não havendo referência no cardápio, pague entre 10% e 12,5%. Em pubs, todavia, não se costuma pagar pelo serviço.
11.ITÁLIA
Embora não seja habitual pagar pelo serviço, os italianos normalmente arredondando o valor da conta para cima ou deixam alguns euros como gorjeta.

12.JAPÃO
Assim como na China, pagar gorjeta é prática incomum e, às vezes, é considerado rude em alguns estabelecimentos.

13.TURQUIA
Na Turquia, a gorjeta, ou bahşiş, costuma serbem baixa. Comumente, os turcos deixam alguns trocados como remuneração pelo serviço, salvo em restaurantes mais refinados, quando a regra é pagar 10% do valor da conta.

14. PORTUGAL
Os portugueses não costumam pagar pelo serviço, salvo quando em restaurantes mais sofisticados ou em restaurantes ou cidades mais turísticas, em que a prática é deixar 10%.

 

Advogado

Advogado e leitor voraz de livros, revistas, sites e blogs brasileiros e estrangeiros. Meticuloso, realiza muitas pesquisas e monta roteiros para comer, beber, tomar um drink antes de qualquer viagem. Atua também no projeto kitchen11, em Brasília.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.