Anote: 8 destinos em tempos de alta do dólar

casa pueblo

Dólar em tempos de alta e crise econômica parece ser uma combinação infalível para minar os planos de viagem. Aquela visita aos EUA ficou muito cara e o jeito é desistir… Não, pera! Pode ser que o sonho de conhecer a Disney ou as compras em Miami tenham de ficar pra depois, mas o momento é de aproveitar a oportunidade para conhecer lugares que, em outra situação, não seriam nossa primeira escolha.

Gastronomix elaborou uma lista de destinos que não são só baratos. São instigantes, diferentes, belos, desafiadores, emocionantes, fotogênicos …

1.CAMBOJA
A capital, Phnom Pehn, é cosmopolita e tem atrações para encher uma semana: museus, templos, compras e restaurantes. Mas a grande estrela do país é Siem Reap. Além de charmosa, aconchegante e hospitaleira, a cidade abriga o templo Angkor Wat. Erguido no estilo Khmer e dono de uma beleza ímpar, é a maior construção religiosa do mundo.

2.VIETNÃ
Belas paisagens, história instigante e gastronomia variada com sabores sutis são motivos mais que suficientes para conhecer o Vietnam. Acrescente a isso as praias, os templos e o agito de cidades como Hanoi e Ho Chi Minh e sua experiência estará completa.

3. TAILÂNDIA
Se o que você busca ao viajar são grandes metrópoles cosmopolitas, com hotéis confortáveis, restaurantes de alta gastronomia e boas opções de compras, vá pra Tailândia. Bangkok, além disso tudo, ainda oferece rooftops descoladíssimo e noites animadas. Mas se o que você quer é relaxar na areia e dar vários mergulhos no mar, vá pra Tailândia. Não há melhor lugar pra isso que Phuket, Ko Phi Phi, Ko Samui, que possuem praias de tirar o fôlego. No entanto, se você curte o sossego de pequenas cidades e o contato com a natureza, vá pra Tailândia. Lugares como Chiang Mai e Chiang Rai são tranquilos e oferecem passeios por florestas, contato com elefantes e muito mais.

4.HUNGRIA

A Hungria não é sinônimo de goulash nem de um idioma indecifrável. O país é muito mais do que isso e Budapeste, a capital, está aí pra comprovar. Seus mais belos monumentos estão às margens do Danúbio. Sua gastronomia vem se diversificando e chamando a atenção. Suas termas atraem turistas há tempos. E as baladas, praticamente dominadas pelos ruin pubs, são diferentes de tudo que você já viu e não têm hora pra acabar.

5.TURQUIA
Com um pé na Europa e outro na Ásia, a Turquia é uma mistura das duas culturas. Os sabores do mediterrâneo se misturam com os temperos da culinária árabe e resultam numa gastronomia surpreendente. O reflexo disso se vê melhor em Istambul, antiga Constantinopla, que já foi o centro do mundo, mas não perdeu a majestade. E o que dizer da Capadócia, com sua paisagem de outro mundo? Os passeios de balão são mais belos aqui. E favor não esquecer a costa do país, perfeita para relaxar no verão, como demonstra a descolada Bodrum.

6.CROÁCIA
A Croácia está no radar de muita gente nos últimos tempos. No verão, parece ser um destino imbatível em função das praias e das festas. Mas não é só. As regiões vinícolas do país são excelentes para quem curte degustação de vinhos (Há quem faça os passeios de bicleta!). Além disso, a capital Zagreb é pródiga em atrações culturais e gastronômicas. E não podemos nos esquecer das belezas arquitetônicas e naturais de Dubrovnik.

7.ÁFRICA DO SUL
O que você tiver vontade de fazer você pode fazer na África do Sul: pegar uma praia; escalar uma montanha; degustar vinhos; ficar cara-a-cara com um leão num safári; jantar num dos melhores restaurantes do mundo pagando pouco; ver pinguins; tomar excelentes cafés; dirigir na mão inglesa; dançar até o sol nascer e, literalmente, dobrar o Cabo da Boa Esperança.

8.URUGUAI

Só o fato de ser o país mais vanguardista da América Latina já deveria ser motivo bastante pra conhecer o Uruguai. Mas ainda tem as parrillas, o doce de leite e os vinhos. Tem Montevidéu, quase uma Buenos Aires, mas sem o carão. Tem a lindeza de Colonia de Sacramento. E tem as praias e o agito de Punta del Este.

Advogado

Advogado e leitor voraz de livros, revistas, sites e blogs brasileiros e estrangeiros. Meticuloso, realiza muitas pesquisas e monta roteiros para comer, beber, tomar um drink antes de qualquer viagem. Atua também no projeto kitchen11, em Brasília.

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.