12 passos para o café com filtro de papel

filtro de papel

Café com filtro de papel. Tem gente que não curte o café espresso de máquina. Então, para quem ainda não se arriscou e pretende começar embora não saiba o que vem primeiro, confira os 12 passos para preparar o seu primeiro cafezinho coado! Primeira dica antes de começar tudo: utilize cafés com moagem média ou fina (confira ao final do post uma explicação que preparamos sobre os diferentes tipos de moagem! Bastante útil!)

12 PASSOS

1.O filtro de papel deve ter o mesmo tamanho e forma do porta-filtros (Melitta: tamanhos pequeno 102 e grande 103, e Hario v60: tamanhos grande 2 e pequeno 1).

2.Dobre sempre o filtro de papel nas ranhuras para que ele se encaixe perfeitamente nas paredes do porta-filtro

3.Atenção para mais uma Dica Útil: Caso você só possua o filtro de papel tradicional Melitta (conforme figura acima), e precise preparar seu café utilizando o método de coado com o Hario V60, dobre o filtro em uma das extremidades de forma a transformá-lo em um triângulo. Voilà!

4. Para a quantidade de pó, utilize uma medida padrão. Conforme já comentamos no post Dicas para um Bom Preparo de Café, recomenda-se 80g a 100g de pó para um litro de bebida (5 a 6 colheres de sopa). Essa é a medida padrão, mas fica meio que a seu critério de gosto e intensidade de sabor. Quanto mais pó, mais forte o sabor do seu café!

5. Antes de adicionar o pó no filtro de papel, aqui mais uma dica bacana: molhe levemente o papel despejando apenas um pouco da água já fervida, mas bem pouco. Essa medida tira mais do ‘sabor’ do papel, preparando seu filtro para receber o pó de café na sequencia.

6. Coloque o pó no filtro. Não aperte, nem compacte a camada de café.

7. A água não deve ferver (temperatura média 90ºC). Sem borbulhar, para não perder na quantidade.

8.Caso prefira obter um café bem quente, escalde o bule ou garrafa térmica pouco antes de fazer o café, mas não deixe borbulhar sua água..

9. Ao despejar a água quente, é importante umedecer todo o pó, começando das extremidades até o centro (em espiral) de forma constante, sem mexer com a colher. Quanto mais lentamente despejar a água, mais escuro resultará o café.

10. Não exceda de 4 a 6 minutos, para que a extração excessiva não cause perdas das propriedades de seu café.

11. Após terminada a filtragem, jogue fora o filtro e o pó de café utilizados. Jamais passe novamente a água quente pelo filtro e café esgotado no processo.

12. Sirva seu café coado na sua xícara preferida!

Vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=pt4iWtNIXUg

FILTRO DE PAPEL – CURIOSIDADE NÚMERO 1
O filtro de papel foi inventado em 1908, pela dona de casa Melitta Bentz, em Dresden, na Alemanha.

FILTRO DE PAPEL – CURIOSIDADE NÚMERO 2
O café passado na hora no filtro de papel retêm até 80% das substâncias gordurosas presentes nos grãos. Este procedimento simples, ajuda no combate ao colesterol. Diferente do coador de pano, o qual deixa o cafezinho encorpado, porém oleoso.

DICA PRÁTICA NA HORA DE ESCOLHER A MOAGEM
– Grossa: utilizada nas cafeteiras Francesa (French Press) e Aeropress
– Média: para o café espresso ou bialetti. Já que o café é extraído sob pressão, é necessário que a moagem seja um pouco mais grossa que a fina
– Fina: para o café com filtro (garrafa térmica ou cafeteira elétrica).
– Pulverizada: para o café turco, devido ao pó ser adicionado e mexido na água.

Grão Do Dia – um pouco de café – um pouco de cor para o seu dia –
Instagram: @graododia (instagram.com/graododia)
Facebook: facebook.com/graododia
Twitter: twitter.com/graododia
Site/blog: www.graododia.com 

Espec. em Conteúdos e Mídias Sociais

Me chamo Alex Melo, moro em São Paulo capital, formado em ciência da computação mas atuando na área comercial como executivo de contas. Fortalezense, filho de pai piauiense + mãe cearense, tenho uma verdadeira paixão por café. Realizei cursos no segmento cafeeiro aqui mesmo em São Paulo/SP, além de workshops sobre café e uma grande conquista no segmento: visitei e explorei meu primeiro cafezal! A cada dia descubro um sabor, um novo grão, uma nota ou uma alegria a mais a partir das experiências que tenho com esses pequenos grãos mundo afora!

Deixe um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.